Este estudo de Amaral F. V. e col. foi publicado na Revista Andaluza de Medicina del Deporte, volume 10, item 3, páginas 100 a 105, em setembro de 2017, doi.org/10.1016/j.ramd.2016.07.004.

Resumo

Antecedentes

O biofeedback cardíaco é uma técnica eletrônica que tem por finalidade o bem-estar fisiológico e psicológico do indivíduo.

Objetivo

Estudar os efeitos crônicos no desenvolvimento cognitivo de crianças, de um programa em formato de jogo, baseado no princípio da aprendizagem de auto regulação cardiovascular.

Métodos

Cinquenta e duas crianças de ambos os sexos, com idade média de 9,57 ± 0,8 anos, foram distribuídas de maneira aleatória num grupo experimental e outro controle. O grupo experimental realizou sessões de respiração controlada e biofeedback cardíaco. O grupo controle não fez nenhum tipo de intervenção respiratória. Em ambos os grupos foram analisados índices de variabilidade da frequência cardíaca e índices cognitivos. Os índices de variabilidade da frequência cardíaca foram obtidos mediante domínio linear do tempo e frequência, e a métodos não lineares. Os dados foram gerados através de informes proporcionados por Kubios® e por um software em formato MATLAB®. A análise dos dados foi realizada com o software SPSS 22.0 e foi utilizada a correlação de Spearman para avaliar o grau de correlação entre as variáveis, considerando p ≤ 0,05.

Resultados

O grupo experimental obteve um aumento da atividade parassimpática representada pela diminuição da frequência cardíaca (p < 0,008), aumento dos valores do intervalo entre as ondas R do complexo QRS (p < 0,008), aumento do índice derivado diretamente do RR (p < 0,026), do número de intervalos adjacentes que variam mais de 50 ms (p < 0,038) e do índice cardíaco vagal (p < 0,031). Além disso, o grupo experimental obteve melhor rendimento cognitivo, representado por maior precisão (p < 0,012), estabilidade (p < 0,012) e velocidade (p < 0,01).

Conclusão

A técnica de biofeedback cardíaco trouxe resultados efetivos em relação à regulação autonômica e ao desenvolvimento cognitivo de crianças.

Atualmente, já existe disponível no Brasil uma ferramenta complementar-integrativa de biofeedback VFC, o cardioEmotion, inventado e desenvolvido pelo Prof. Dr. Marco Fabio Coghi.

Para saber mais sobre esta ferramenta, baixe gratuitamente o e-book “Como Tornar Visível o Invisível” e/ou inscreva-se para fazer o curso do mesmo nome, realizado em diversos locais, várias vezes por ano e ministrado por:

Prof. Dr. Marco Fabio Coghi

Pesquisador, responsável científico pelo desenvolvimento do cardioEmotion. Químico e Fisioterapeuta pós-graduado, professor convidado de diversos cursos de pós-graduação (UNICID, UNIFESP, CETCC entre outros); especialista em biofeedback cardiovascular. Palestrante nacional e internacional. Escreveu diversos e-books sobre o tema: coerência cardíaca e biofeedback. Autor de três patentes de invenção. Instrutor de Yoga pós-graduado; terapeuta Ayurveda com estágios realizados na Índia. Hipnoterapeuta. Diretor Científico da NPT – Neuropsicotronics, Diretor da Clínica TAMA e da INTELECTUS Treinamento e Cursos.

Prof.ª Silvana P. Cracasso

Mestranda na UNIFESP em Técnicas Contemplativas. Aprimoramento em técnicas de Atenção Plena e Mindfulness para Saúde. Docente do curso de pós-graduação na UNINOVE. Pedagoga, especialista em Psicopedagogia, Dependência Química, Neuropsicologia do Desenvolvimento. Aprimoramento em Psicofarmacologia, Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) para Desafios Clínicos; Avaliação Neuropsicológica Interdisciplinar; Neuropsicologia Clínica Aplicada à Reabilitação. Educação Emocional e Neurofisiologia das Emoções. Palestrante e formadora de lideranças em Habilidades Socioemocionais. Diretora e coordenadora de atendimento terapêutico da Clínica TAMA e Diretora da INTELECTUS Treinamento e Cursos.